Notícias

05-02-2018

Sistema de Reconhecimento Facial Antifraude

Para atender à regulamentação da implantação do controle biométrico, a RioCard Cartões já começou a aplicar a suspensão dos cartões de gratuidade e do Bilhete Único Intermunicipal.

As câmeras instaladas junto aos validadores dos ônibus fotografam o usuário assim que ele passa o cartão, e o sistema de reconhecimento facial verifica se o usuário é o titular, conferindo se o rosto é o mesmo da foto do cadastro. Caso o usuário não seja reconhecido, o sistema identifica uma ocorrência. Cada ocorrência é composta de um ou mais laudos, para conclusão e aplicação da suspensão.

Benefícios Estaduais:

De acordo com o decreto estadual 45.749/16, quando a ocorrência é registrada, o validador mostra a mensagem “RECADASTRE-SE”. Para os usuários do Bilhete Único Intermunicipal e da Identificação do Estudante / SEEDUC, o prazo para o recadastramento, após a primeira visualização da mensagem, é de até cinco dias. Para Gratuidade Sênior e Vale Social, o prazo é de até dez dias. Caso o titular não cumpra o prazo, seu benefício será suspenso até que ele se recadastre e a mensagem que aparecerá no validador passará a ser “BENEFÍCIO SUSPENSO”.

Quando o sistema identifica uma segunda ocorrência após o recadastramento, o benefício é suspenso por 60 dias, sendo o desbloqueio automático após esse período. Na terceira ou nas demais ocorrências, o benefício é suspenso por 180 dias. Após este período, para reativar o benefício, o usuário precisa solicitar autorização da Setrans – Secretaria de Estado de Transportes.

Benefícios Municipais:

Quando o sistema identifica uma ocorrência, o usuário visualiza no validador a mensagem “RECADASTRE-SE”. Ao ler essa informação, o titular do cartão Especial, Escolar Municipal ou Passe Livre Universitário precisa realizar o recadastramento do seu benefício em até cinco dias. Caso o titular não cumpra o prazo, seu benefício é suspenso até que ele se recadastre e a mensagem que aparecerá no validador passará a ser “BENEFÍCIO SUSPENSO”. O procedimento é o mesmo para todas as ocorrências registradas.

Documentos necessários para o recadastramento:

  • Primeira ocorrência: cartão RioCard suspenso, RG original e comprovante de residência original (que seja dos três últimos meses).
  • A partir da segunda ocorrência: cartão RioCard suspenso e  RG original;

Onde realizar o recadastramento:

  • Lojas RioCard: Bangu, Central do Brasil, Duque de Caxias, Ilha, Méier, Nova Iguaçu, Av. Nilo Peçanha, Niterói, Nova Friburgo, Petrópolis, Piabetá, Santa Cruz, São Gonçalo, Estação Metrô Siqueira Campos, Teresópolis e Estação Metrô Uruguai.
  • Sindicatos:
    • Setrerj e Setransduc: recadastramento de gratuidade (benefício municipal) e RioCard Sênior (benefício estadual).
    • Setranspetro: recadastramento de gratuidade (benefício municipal)

 

< Voltar para a página de Notícias
Página Anterior      Próxima Página